09/02/2011

E o Coliseu de pé!


"Sou da geração sem-remuneração
e nem me incomoda esta condição...
Que parva que eu sou...

Porque isto está mau e vai continuar
já é uma sorte eu poder estagiar
Que parva que eu sou....

e fico a pensar
que mundo tão parvo
onde para ser escravo
é preciso estudar...

Sou da geração casinha-dos-pais
Se já tenho tudo, pra quê querer mais?
Que parva que eu sou...

Filhos, marido, estou sempre a adiar
e ainda me falta o carro pagar
Que parva que eu sou...

e fico a pensar
que mundo tão parvo
onde para ser escravo
é preciso estudar...

Sou da geração vou-queixar-me-pra-quê?
Há alguém bem pior do que eu na TV
Que parva que eu sou...

Sou da geração eu-já-não-posso-mais-Que-esta-situação-d­ura-há-tempo-de-mais!
e parva eu não sou!!!

e fico a pensar
que mundo tão parvo
onde para ser escravo
é preciso estudar..."

"Parva que sou" - Deolinda
Música e letra: Pedro da Silva Martins.

2 comentários:

D. disse...

parece feita para os advogados estagiários :/

The Melg@ disse...

a merda disto tudo é por causa dos governos corruptos do cavaco silva e do seu PSD. qd havia dinheiro, eles estouraram com ele. tu és fascista, do PSD. devias era ter vergonha. não te keixes não!