10/11/2012

Nestum, concertos, carne e as coisas como elas são

Só sabedores e arautos da verdade... Isabel Jonet disse o que todos pensam. Assim como até Ana Jorge o fez, quando falou da sopa em casa. Ouvir com ouvidos de escutar, os badalados minutos na SicN, faz favor. E não esquecer que o trabalho da Isabel tem muitos, muitos anos. Quantos poupam água quando lavam os dentes? É básico, não é? Mas é sintomático e revelador de muito. Principalmente do espírito subjacente. O saber poupar e gerir.

1 comentário:

apenas umas letras disse...

Disse algumas coisas com razão, ou sem ter razão.. por exemplo, eu compreendo a paixão de pessoas pela música e pelos concertos, mas o certo é que existem muitas famílias que dão dinheiro aos filhos, para os concertos, embora precisem do dinheiro. Eu disse a uma pessoa que reside em Lisboa, que os Restaurantes aqui em Valongo, Terronhas, Gandra estão cheios, seja ao Sábado e ao Domingo e é verdade. Agora, existem muitos casos de extrema pobreza em que as pessoas passam fome, por não terem mesmo dinheiro, mas a senhora Jonet disse que as pessoas não passam fome em Portugal. Muitas pessoas passam muita fome em Portugal, isso é uma realidade. Mas também existem pedintes, que não querem comida, mas querem dinheiro para alcóol, drogas e sabe-se mais lá o quê, mas se lhe perguntarem se eles querem sandes ou um pastel, eles dizem que não querem. já assisti a um caso assim. beijos e uma boa semana. continuação de um bom Domingo.