11/08/2010

Estamos todos de luto

São uma constante nesta altura. E todos os anos repetimos que nunca vimos nada assim. Mentira. Todos os anos é mais do mesmo. E não fazemos nada, ou quase nada, para que não volte a acontecer. Mesmo com as mortes dos Soldados da Paz, que em abono da verdade a terra é uma preocupação, mas essas vidas não têm igual.
Ainda que não tivesse alguém a quem considero família nos de Aveiro/Ílhavo - força, Tiago! - são um orgulho e uma lição, voluntários ou não. Obrigada a todos.
Pena tenho, muita, que não aprendamos com este flagelo. E não é por causa de molduras penais menos ou mais gravosas. Começar pelo principal. Limpar, limpar e limpar!
Montesinho está em brasa. Valente e fortíssimo Telmo.