29/01/2009

P, de Patrícia

- Para que queres tu o telemóvel? Fartei-me de te ligar, porque saí de casa e as chaves ficaram cá dentro e tu não sabes atender?
- Quando? Mas quando é que ligaste?
- Ao fim da tarde! Até que tive que ligar para a vizinha de cima, para a tua irmã, para a polícia e para os bombeiros! Mas é que fartei-me de te ligar.
- Não tenho nenhuma chamada tua, Mãe. Dá cá o telemóvel, faz favor.
- Ora vê, vê lá as chamadas que te fiz!
- Tu não me ligaste, Mãe... Aliás a última chamada que foi feita para o meu telemóvel foi no Domingo, ao início da tarde...
- Ah, mas no Domingo liguei-te por causa do mau tempo e dos acidentes nas estradas!
- Pois, mas ontem não foi a mim que ligaste, percebes? Foi à Cristina e à vizinha...
- Pronto, percebo, mas achava que tinha ligado! Que queres que faça? Baralho tudo!
- Eu não quero nada. Só queria que tu não fizesses confusão. Isso já bastava.

5 comentários:

A Senhora disse...

Logo sou eu a fazer dessas com meus moleques... ai, ai... :)

m.camilo disse...

pois.....de repente pensei na minha mãe e na minha sogra!

Binha disse...

Ui! Ainda a procissão vai no adro, e eu já faço confusões...

bilhas disse...

:) Lousinha... adorei este post!

Anónimo disse...

estão todos senis....