30/11/2008

Menina bonita, docinho de gente

Quando ontem se comemorou in advance o aniversário da T., Tavedo forever!, entre outras coisas recordou-se tal qual o anúncio do Banco Popular, o livro da minha vida?, qual era a palavra da nossa vida. Aquela que mais nos tinha marcado quando a dissemos. A minha foi relevo, lembro-me perfeitamente quando a disse, a quem a disse, onde estava e em que contexto a disse. Gosto do relevo daquele tecido. Marcou-me mesmo, pronto.
Isto tudo porque o docinho de gente da Carolina, com pouco mais de 3 anos, ontem disse privilégios na perfeição. É que a mãe do docinho de gente, criou um conjunto de "regras" para as crianças. O Vasco lá chegará daqui a uns anos...
Cada regra tem um desenho que explica o sentido das frases, que vão do "falar baixinho", "lavar as mãos", "não deitar lixo para o chão", "arrumar os brinquedos", "dizer obrigado e por favor", "ser amiga do mano e de todos". Tens cumprido as regras? Xim! Pucausa dos privilégios.
Ai sim? Dos privilégios? Que é isso, dos privilégios? É xer uma menina bonita!

2 comentários:

tita disse...

"privilégios" stands for: poder dormir com Xuxa, poder ver TV, e ter "stickers" (autocolantes comuns muito apreciados).
Já agora... tens de a ouvir a dizer abóbora em Inglês.:"punkping" :)

Patricia Lousinha disse...

É mesmo um docinho de gente, pronto!