29/02/2008

São rosas Senhor?


Não. São pontos de referência. São sóis imaginários.
Farol de Aveiro que, com os seus 65 metros de altura, é o maior de Portugal, o segundo maior da Europa e o terceiro maior do mundo.
Acabei de ver isto Les Sentinelles de l'Iroise e ainda que a Imensidão não seja a mesma, só consigo lembrar-me do meu Farol! Do meu ponto de referência.

2 comentários:

Binha disse...

Os meus pais alugavam, para aí em 1966, uma casa na Praia da Barra. Que bom era adormecer com a ronca do farol. Acordar nem tanto!

Patricia Lousinha disse...

A ronca Binha! As saudades que eu tenho da ronca!
Confesso que ainda durmo de janela aberta, na Barra, quando lá estou. Não tenho a ronca de outrora, mas tenho a entrada dos barcos. Coisas!