08/10/2007

É agora, Valente e Fortíssimo acorda que é Hora!

Sim, eu sei. Há milhões de outras que aqui poderiam ser colocadas, e esta não tem sido propriamente a melhor época, mas quem sou eu para falar em épocas e ainda para mais melhores ou piores. Só que isto é a correr pois acho que estou a ficar atrasada e é somente uma marca ao dia, perdão, do Dia que hoje começa principalmente para ti .
Que seja tal qual a música na generalidade o é. Intemporal e imensa sim que vocês são milhões e blá blá blá, perdão vocês têm é uma chama imensa. E por causa da Fé, a Fé que neste Vermelho tu tens. Que confusão para aqui vai. I wonder why...
E que no dia de hoje seja só este tipo de marcas. Não queremos rótulas partidas nem pezinhos esticados como quem não quer a coisa mas que até os quer e bem esticados, aos Senhores Professores Doutores quando estiverem a atravessar o corredor, caso aqueles sejam atacados por e com algum dislate mental. Além do mais já basta de hematomas, tá? E agora com licença, que já são horas e não me posso atrasar! Sim, ao contrário do que pensam e apregoam, eu não me chamo Alice, ora!

2 comentários:

Mestre Bilhas disse...

Sô Dona Lousinha,

Eu estou quase que uma papoila saltitante... e quase porque é uma visão um pouco abichanada, carago!

Mais a sério... minha cara amiga, não há palavras para vos agradecer a amizade e a presença nestes momentos importantes. Senti naquela mesa o vosso apoio e isso foi a maior das forças (até porque eu não sabia nada do que estava para lá a dizer). Obrigado! Muito obrigado de um amigo com quem podes sempre contar. Muito obrigado!

Patricia Lousinha disse...

Há coisas que não se agradecem, ora. Esta é uma delas.